15/05/2017

NOTA INFORMATIVA - SOBRE O PREVPAP

O Sindicato Nacional de Psicólogos posiciona-se em unidade com a CGTP – Intersindical Nacional, reconhecendo as fragilidades do Programa de Regularização Extraordinária de Vínculos Precários da Administração Pública.

Consideramos que a portaria, ao colocar o ónus no trabalhador que é obrigado a concorrer para obter a regularização do seu vínculo, não só representa uma responsabilidade indevida ao mesmo como poderá resultar numa terrível injustiça, uma vez que o concurso não garante a efetiva vinculação. Defendemos que TODOS os trabalhadores da administração pública e do setor empresarial do estado, se estão contratados e se são necessários, merecem, de forma linear, o direito ao vínculo laboral de que se veem privados por vezes hà décadas!

Os psicólogos em Portugal, uma classe profissional cujo reconhecimento e necessidade são merecidos em todos os setores da administração pública não deviam precisar de passar por mais um concurso, na expectativa de obterem um posto de trabalho permanente!

Não obstante, porque reconhecemos que pela luta é que lá vamos, apoiaremos todos os associados do SNP no processo de candidatura e demais consequências – legais e/ ou laborais – daí advindas.

O concurso, cuja data de abertura é hoje, dia 11 de maio, implicará que cada trabalhador se autoproponha ao posto de trabalho que atualmente ocupa. Instamos, por isso, que todos os trabalhadores que pretendam a vinculação não deixem de lutar pelo direito à estabilidade! Apelamos ainda que todos juntemos as nossas vozes e, em torno do movimento sindical unitário e do SNP, levemos a nossa luta até que todos os psicólogos obtenham a sua merecida conquista!

Por um SNP mais forte, + Participação, + SNP, + Direitos