26/03/2018

Divulgação: 28 de Março - Manifestação Nacional de Jovens Trabalhadores




MANIFESTAÇÃO NACIONAL DE JOVENS TRABALHADORES 

28 de Março, 15h00 - Cais do Sodré/Assembleia da República

A luta dos trabalhadores obrigou o governo do PS a tomar algumas medidas que possibilitaram a recuperação, reposição e conquista de direitos, ainda que longe das possibilidades e necessidades dos trabalhadores e do País. No entanto, nas questões estruturantes ainda não foram tomadas medidas que dêem uma resposta adequada aos problemas que também os jovens psicólogos enfrentam. A precariedade e os baixos salários, num acesso dificultado à profissão, continuam a ser a nossa realidade.

Não estamos condenados a um caminho sem retorno! Com a luta é possível combater a precariedade, aumentar salários, garantir direitos!

Dia 28 de Março junta-te a nós no Cais do Sodré em direcção à Assembleia da República, na manifestação convocada pela Interjovem/CGTP-IN.

Há transportes organizados a sair de todo o País, contacta-nos!




09/02/2018

Actualização das 'Perguntas Frequentes' no site da DGAEP

O SNP informa que, após a deliberação de descongelamento das carreiras na Função Pública, foi publicado no site da DGAEP (Direção Geral da Administração e do Emprego Público) um conjunto de 'perguntas frequentes' que podem ser consultadas em https://www.dgaep.gov.pt/pdc/pdf/faqs_desc_2018.pdf.

01/02/2018

Petição contra a precariedade - já assinou?


No âmbito da Campanha Contra a Precariedade - Pelo Emprego com Direitos, a CGTP-IN está a recolher assinaturas numa Petição, que terão de ser centralizadas até ao final de Fevereiro.

Os psicólogos são uma das camadas mais fustigadas por este flagelo, pelo que estamos certos de que vão assinar e divulgar massivamente a Petição!

05/12/2017

SNP presente no Congresso da União de Sindicatos de Viana do Castelo

Perspectiva da Mesa
 
 
 Apresentação do novo órgão dirigente
 
 
Intervenção final a cargo de Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP-IN
 
O SNP participou no IX Congresso da União de Sindicatos de Viana do Castelo, no passado dia 30/11, onde mais de uma centena de delegados discutiram e votaram, entre outros documentos, o Plano de Acção e o órgão dirigente para o quadriénio de 2017 a 2021.

Num distrito com cerca de 250 mil habitantes, mais de um terço do qual se concentra no concelho e cidade de Viana, registou-se neste milénio uma redução significativa do emprego (mais de 12%), particularmente na Indústria mas também nos Serviços, e, reflectindo o grande peso que a Agricultura tem no distrito, uma estabilização do emprego neste sector que ocupa 10% do total dos trabalhadores por conta de outrem.

A precariedade impera, afectando um terço dos trabalhadores, a que acresce uma média salarial abaixo da nacional.

Estas situações reflectem-se na segurança laboral: mais de uma centena de mortes desde 2000, com uma média anual de 5 mil acidentes até 2010, reduzindo-se desde então para 4 mil - mais por redução do emprego e emigração do  que pela tomada de medidas correctivas, as quais passariam pelo reforço das equipas de Higiene e Segurança no Trabalho, área em que a contratação de Psicólogos seria um elemento fundamental para a redução dos factores e comportamentos propiciadores de acidentes.

O elevado desemprego e emigração constituem igualmente motivos de preocupação, uma vez que as novas propostas de emprego são tremendamente escassas: para uma população de 90 mil desempregados surgiam, em meados deste ano, menos de 200 ofertas, a maior parte (85%) e baixas remuneração.

Na Saúde as carências são igualmente sérias, particularmente no tocante a outros profissionais que não médicos e enfermeiros, onde se incluem os psicólogos.

Na Educação é visível o ataque à Escola Pública: desde 2000 fecharam mais de metade dos quase 600 estabelecimentos de então, enquanto os privados registavam um aumento superior a 20%.

E a 3° idade, incluindo mais de 50 mil pensionistas, enfrenta enormes dificuldades financeiras.
O Congresso aprovou, sem votos contra, a composição muito abrangente do novo órgão dirigente, e um Programa de Acção para os próximos quatro anos visando reivindicar e dar resposta a estes problemas. O SNP saúda os novos dirigentes, os sindicatos e os sindicalistas do Distrito de Viana do Castelo, apoiando a reivindicação de mais e melhores serviços públicos no distrito, devidamente equipados e dotados de pessoal qualificado, em particular psicólogos, não só para servir as populações locais como criar condições de atracção e fixação de jovens e de profissionais, diminuindo assimetrias, proporcionando melhor qualidade de vida e potenciando a economia local.



17/11/2017

SNP celebra acordo de empresa com o Colégio Valsassina


 

É sabido que um recente contrato coletivo de trabalho aplicável às escolas do ensino particular e cooperativo (que não teve o SNP ou qualquer outro sindicato da CGTP como outorgante) representou o mais grave retrocesso de direitos e garantias dos trabalhadores deste setor nas últimas décadas.

O SNP, alinhado nomeadamente com a FENPROF e outras forças sindicais, tudo tem feito para defender os psicólogos, instando a que não cedam à pressão exercida por diversas direções do Ensino Particular e Cooperativo (EPC) nem aceitem um Contrato Coletivo de Trabalho (CCT) que chega, em algumas matérias, a penalizar mais do que o regime geral.

A prova de que vale a pena lutar, de que acordos que respeitem a progressão salarial e a manutenção das 35 horas podem ser celebrados, é o exemplo do Acordo de Empresa celebrado no passado dia 13 de novembro com o Colégio Valsassina, que incluiu entre outros sindicatos o SNP.

Outros colégios e escolas do Ensino Particular e Cooperativo se seguirão, demonstrando que apenas respeitando as condições de trabalho dos psicólogos se poderá, simultaneamente, garantir a qualidade do ensino e dignificar cada vez mais a profissão. 

Junta a tua voz à do teu Sindicato! Junta-te a esta luta! Sindicaliza-te!

15/11/2017

Novo prazo PREVPAP – Programa de regularização de vínculos precários na Administração Pública e no Sector Empresarial do Estado

A todos os trabalhadores em situação de vínculo precário na administração pública e setor empresarial do estado, satisfazendo necessidades permanentes de prestação de trabalho.

 

Novo prazo PREVPAP – programa de regularização de vínculos precários na Administração Pública e no Sector Empresarial do Estado


Se ainda o não fizeram, nos termos da portaria 331/2017 que altera a portaria 150/2017, o SNP informa que devem apresentar requerimento solicitando a regularização do vínculo de trabalho, a submeter ao programa de regularização dos vínculos precários na Administração Pública e no Sector Empresarial do Estado (PREVPAP), até ao próximo dia 17.

 

O Sindicato Nacional dos Psicólogos continuará a exigir que a um posto de trabalho permanente corresponda um vínculo de trabalho efectivo.

 

Apelamos também à participação de todos, na

Manifestação Nacional de

18 de Novembro!


A Direção do SNP

14/11/2017

Gande Manifestação neste sábado, 18 de Novembro!



Valorizar o Trabalho e os Trabalhadores!


Todos quantos têm obrigação e vontade de participar devem fazê-lo!
Queremos uma Manifestação animada e alegre, firme e combativa, que dê visibilidade às situações e reivindicações dos trabalhadores, com muitos panos, pancartas e bandeiras!

Em cada Distrito estão a ser preparados transportes para que todos possam participar!

Valorizando os avanços na recuperação de direitos e devolução de rendimentos aos trabalhadores, entendemos que é necessário acelerar esse processo e romper definitivamente com as politicas do passado que continuam a prejudicar o País e a dificultar a vida ao povo e aos trabalhadores.
É necessário avançar na resolução de problemas estruturais como a precariedade, é necessário dinamizar a contratação colectiva, é necessário um aumento geral dos salários, é necessário o aumento do salário mínimo para os 600€ em 2018, é necessário lutar pela redução dos horários de trabalho para as 35 horas semanais.