29/09/2016

SNP denuncia precariedade laboral dos Psicólogos

O SNP reafirmou a necessidade de alterar a actual situação de elevada precariedade na contratação de Psicólogos.
João Freire lembrou os muitos casos de Psicólogos a prestar serviço em diversas entidades e remunerados através de falsos "recibos verdes" e que são sobrecarregados de trabalho, até administrativo e de limpeza, como forma de assédio moral tendo em vista a saída do trabalhador e sua substituição por alguém mais barato", aproveitando-se da elevada taxa de desemprego nestes profissionais.
As declarações do subdiretor-geral de Educação, anunciando a possibilidade de abertura de concursos no início do próximo ano para melhorar o rácio de psicólogos nas Escolas, sendo uma boa notícia não deixa de ser limitada, ficando por responder muitos dos problemas identificados no Caderno Reivindicativo que o SNP apresenta, pelo que continuaremos activamente a trabalhar no sentido de reduzir a precariedade laboral no sector, pelo direito ao trabalho e ao trabalho com direitos.